CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS

CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS
Procedimento: Após a contratação do serviço, o cliente deve efetuar o depósito referente a 50% (agendamento) do valor acordado pelas partes, na seguinte conta: JOAO CARLOS MATIAS DO NASCIMENTO Banco: CAIXA Agência: 3825 Local: ARMAÇÃO DOS BÚZIOS/RJ Conta: 013 00006663-5 " E ENVIAR O COMPROVANTE PARA O E-MAIL: cartunistacarioca@hotmail.com O valor restante (50%) deverá ser pago em "CASH" na apresentação/entrega do serviço. Caso seja evento de CARICATURAS AO VIVO, os 50% referente à entrega do serviço deverá ser pago "NA CHEGADA CHEGADA AO EVENTO", uma vez que, por conta de experiências anteriores, alguns clientes pagavam em cheque ou pelo fato de eu ter que esperar o final do evento para receber e os contratantes excediam o tempo limite de 04hs. PARA EVENTOS EM OUTROS MUNICÍPIOS/ESTADOS: Caberá ao contratante o pagamento referente ao deslocamento, alimentação e estadia (valores inclusos nos 50% do agendamento).

terça-feira, 31 de agosto de 2010

DAY AFTER

...
"Conflitos existenciais... quero os meus com bastante pimenta e um comprimido de antiácido" (Mattias)

TENDÊNCIA

...
Salve Ink Brothers!

Não sei se estou atrasado, adiantado ou no tempo da informação, mas de qualquer forma, como aconteceu agora, compartilho hoje.
Ontem, recebi um telefonema de uma agência de São Paulo, dizendo-se interessada em que eu fizesse um trabalho junto a uma rede de hipermercados, para a elaboração de caricaturas ao vivo, por dois dias.
Hoje, uma agência de BH, me ligou para que eu enviasse o orçamento para a execução de caricaturas ao vivo em um evento no Riocentro, nos dias 20,21 e 22 de outubro.
Até então tudo bem... Afinal trabalho com isso mesmo!

O fato peculiar se deu sobre a forma a qual os clientes desejam que os trabalhos sejam feitos. Ao vivo e na mesa digital.

Para tal, preciso ter um Notebook, uma mesa digital e uma impressora.

Fiquei surpreso, devido ao fato de que, da mesma forma que os trabalhos digitais começam a ganhar espaço nos salões de humor, assim também começa a acontecer com o desenvolvimento de Caricaturas ao Vivo.

Como não disponibilizo ainda da logística necessária para a execução de trabalhos digitais ao vivo, indiquei outros profissionais aqui do Rio de Janeiro.

É a renovação... me pegando de calças na mão. Risos

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

MEUS TRABALHOS EM PIRACICABA




...
Hoje recebi um mail do Mônico com imagens junto aos meus trabalhos selecionados no 37º Salão Internacional de Humor de Piracicaba 2010.
Uma caricatura da ex-ministra do meio ambiente Marina Silva, elaborada no CorelDRAW e uma caricatura do filósofo francês Jean Paul Sartre, elaborada com tinta acrílica sobre papel.
Depois de três anos sem classificar-me na categoria caricatura no Salão Internacional de Piracicaba, consegui emplacar estas duas.

Mônico, valeu pela gentileza!

OBRIGADO PELA COMPANHIA DE TODOS

...
Hoje, domingo, um dia após a cerimônia de abertura e premiação em Piracicaba. Tive a satisfação de contar com avisita de 108 pessoas aqui no blog.
Geralmente, aos sábados e domingos, o número de acessos diminuem consideravelmente. Mas devido às notícias sobre Piracicaba, o número de visitas foram iguais aos acessos que acontecem durante a semana.
Quero agradecer a cada um que por aqui passou e me prestigiou com sua visita.

Desejo a todos uma semana vitoriosa.

"Quando tudo nos parece dar errado
Acontecem coisas boas
Que não teriam acontecido
Se tudo tivesse dado certo." (Renato Russo)


Abraços

domingo, 29 de agosto de 2010

CONSIDERAÇÕES SOBRE O SALÃO DE PIRACICABA

...
Enfim, conhecemos os premiados no Salão de Humor mais importante da America Latina.
E para o bem do desenho de humor brasileiro, as boas surpresas aconteceram.

Para começar, ficou evidente que não existe força externa ou orquestração que consiga deter o curso certo das coisas e seu desenvolvimento. Eu estava torcendo muito pelo êxito do sucesso desta edição do Salão Internacional de Piracicaba, mais do que noutras edições. E fiquei feliz demais, por ver que o salão, tal qual um rio represado, quando há uma enchente, não há barragem ou barreira que o segure e ele irá, ainda que na marra, seguir o seu curso normal.
Assim é o Salão Internacional de Humor de Piracicaba!

Em relação aos resultados, surpreendeu-me de maneira positiva a premiação do Hoisel, que havia enviado o lutador de M.M.A, Minotouro para concorrer nàquela categoria que ele já participara outras vezes em outros salões e fora premiado, mas em Piracicaba, sequer foi selecionado. A peculiaridade ficou por conta da sua premiação na categoria cartum, com um trabalho ao seu estilo. A idéia que lhe rendeu a premiação, saiu da "coisa comum" que muitos salões tem apresentado na categoria cartuns, àquelas idéias mais politizadas que muitas vezes se confundem com charge. O cartum feito por ele é, sem dúvida alguma, o cartum com cara de brasileiro, com identidade própria. Uma piada gráfica, onde o riso dispensa a reflexão. Ele acontece naturalmente.
Além do acerto contextual, a premiação concedida ao seu trabalho, mostrou que é possível premiar um cartum super bem trabalhado, com valorização de perspectiva, volume, enquadramento, domínio técnico e apresentação.
Entendi as duas premiações dadas ao seu trabalho, como um resgate da nossa linguagem e a valorização de um trabalho perfeito em todos os aspectos.

Outra surpresa, foi a premiação do Lézio Jr, na categoria caricatura. Minhas apostas, giravam em torno do Camaleão, Fernandes, Brito, Ray e Mano. De repente, correndo por fora, surge o Lézio Jr. com uma caricatura perfeita em todos os aspectos e arrebata a primeira colocação na categoria. Já tinha visto um Hugo Chavez do Lézio Jr. no Salão Carioca de Humor, mas que leva um banho desta proposta que lhe rendeu a premiação em Piracicaba. Se caricatura é a aplicação da distorção, preservando a identidade, ele foi certeiro. Conseguiu distorcer ao ponto de cravar o nariz do caricaturado entre seus dentes e ainda assim, ficar identico.
Dele, eu já gostava da Rita Lee, Michael Jackson, um Orlando Vilas Boas(elaborado na cor azul e com as penas coloridas) e agora, este Hugo Chavez entra para o seleto grupo das caricaturas inesquecíveis.

Em charge, o Jota A., era uma das minhas apostas na categoria.

No Prêmio Ecologia, o Boligán era previsível.

A premiação determinada pela Câmara Municipal foi bacana e eu desconhecia o trabalho da vencedora.

...

Concluindo: As maiores surpresas ficaram por conta das premiações nas categorias cartum e caricatura.
Que as mudanças continuem acontecendo.

Parabéns à equipe do Salão Internacional de Piracicaba, que segurou a rebordosa e muito bem.

PREMIADOS NO 37 SALÃO INTERNACIONAL DE HUMOR DE PIRACICABA

...

Prêmio Cartum: Tiago Hoisel Ferraz - SP
Grande Prêmio 37º Salão Internacional de Humor de Piracicaba

Prêmio Caricatura: Lézio Custódio Junior - SP


Prêmio Charge: José Antônio Costa - Teresina/PI


Prêmio Meio Ambiente/Internet: Angél Boligán - Cidade do México

Prêmio Tira: Anderson de Oliveira Delfino - Sorocaba/SP


Prêmio Câmara: Cláudia Lucia Cabrera Kfouri - Ribeirão Preto/SP


Menção Honrosa - Cartum: Abroian Vladimir - Armênia


Menção Honrosa - Caricatura: Luciano Irrthum – Belo Horizonte/MG



PREMIADOS NO 37 SALÃO INTERNACIONAL DE HUMOR DE PIRACICABA

...
02:56a.m.
Segundo informações, ainda não confirmadas, os resultados das premiações no 37 Salão Internacional de Humor de Piracicaba foram:

Resultados de Piracicaba: Lezio Custodio Jr (caricatura), Anderson Delfino (tira), Jota A. (charge) e Angél Boligan, do México (Tema Ecologia).
Tiago Hoisel, de São Paulo, foi o principal vencedor do Salão de Piracicaba. Ficou em 1º na categoria cartum e levou o grande prêmio.

Abraços

SALAO INTERNACIONAL DE PIRACICABA 2010


...

sábado, 28 de agosto de 2010

A ABERTURA DO SALÃO INTERNACIONAL DE PIRACICABA É HOJE

...
Finalmente saberemos hoje quem foram os premiados na 37ª esdição do Salão Internacional de Humor de Piracicaba.
Infelizmente, devido às atribuições e aos gastos em função do início das atividades no Estudio Sorrialengo, tivemos de abrir mão de prestigiarmos o evento pessoalmente.
Justamente hoje, foi o dia em que a empresa que nos vendeu as mesas, determinou que o montador fosse nos atender. No final das contas, o camarada não apareceu e nos coube montar as mesas.

Mas estamos extremamente felizes por participarmos desse salão que desperta diferentes sensações na maioria dos cartunistas. Nada acontece por acaso... e se hoje tivemos que abrir mão de estarmos na abertura do Salão Internacional de Piracicaba em função da manutenção do estudio, trabalharemos para que no próximo ano, várias pessoas que compartilhamos conhecimento e idéias, estejam conosco, honrando o maior salão de humor da América Latina.

Salve o Salão Internacional de Piracicaba e todas as propostas de mudanças.

Valeu!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

FERNANDES (desenvolvimento 2)

...
Meus caros,

infelizmente hoje tive problema com o sinal para a navegação e fiquei desde a parte da manhã sem ter como articular algo aqui no blog.
Quando consegui conectar a rede cedo, só tive oportunidade de ver o comentário do Fernandes, que foi o suficiente para que, mesmo sem conseguir navergar, estar em paz comigo mesmo.

A internet é curiosa...
No desenvolvimento cotidiano, ao saber que alguém que a gente admira muito vem à nossa casa, o comum é que arrumemos, mudemos as coisas de lugar, coloquemos as melhores toalhas sobre a mesa e junto ao lavabo e etc... No mundo virtual não! E mesmo com a casa bagunçada, ontem fui surpreendido pela visita do Fernandes, que além de me honrar com sua passagem por aqui, ainda deixou seu comentário.
É um dos poucos profissionais neste universo que tenho muita admiração, nos falamos esporadicamente, mas minha admiração contínua. Por isso, resolvi, através do traço prestar-lhe uma homenagem.

Confiram algumas peculiaridades nessa entevista que a galera do Fabricarica fez com ele: http://fabricarica.2it.com.br/?ref=entrevista_fernandes

E é claro, nos blogs dele: http://pierifernandes.fotoblog.uol.com.br/
http://caricaturasfernandes.blogspot.com/

Enquanto isso, continuo trabalhando na base da caricatura.
Salve Fernandes! Obrigado.

Abraços a todos

FERNANDES (desenvolvimento)

...
Continuo trabalhando a base... Quero fazer com relativa calma.

É divertidíssimo observar alguns comportamentos. Uns companheiros que já viram este trabalho falaram: _ Publica, mas publica pequeno para não dar o pulo do gato. Mas que gato? Eu ou o Fernandes? E qual pulo? Risos

Foi-se o tempo em que eu fazia desenhos com a mão na frente para o coleguinha não ver. E isso foi na escola primária.
Gosto de falar, de compartilhar, de mostrar como estou fazendo porque tive a satisfação e o privilégio de ver artistas como: Ique, Zé Grauna, Gil, Alvim, Janey, Ary Moraes, Arionauro, Lula, Mario Alberto, Lula e tantos outros que além de permitirem que eu acompanhasse seus desenvolvimentos, ainda me davam muitas dicas e até materiais.
Não serei eu o espírito-de-porco que quebrará a corrente. Minha gratidão e o meu reconhecimento sedá a cada novo compartilhamento.

No primeiro dia que ganhei a tabblet, o Tiaggo me deu aula online direto do Ceará. Depois o Felipe, oManohead, o Ray e o Jolba me deram mais dicas sobre como usar a mesa digital.
No Photoshop, não sei criar nem outras layers...
Abro apenas um documento e trabalho nele até o final. Se o que eu faço servir como ponto de partida para alguém, amém.

Abraços!

OBRIGADO

...
Fiz um print ontem e outro hoje, dos mapas de tráfego do blog.
Quero agradecer a todos que me privilegiam todos os dias com suas visitas. Aos habituais e aos novos que vão dedicando parte de seu tempo para saber o que tenho proposto neste espaço. Muito obrigado mesmo!

"Siga seu entusiasmo e o universo abrirá portas onde só haviam paredes"
(Joseph Jhon Campbell)

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

SALÃO INTERNACIONAL DE HUMOR DE PIRACICABA 2010

...
Acredito que os premiados já tenham sido avisados por telefone, mail, sedex ou sinal de fumaça. Enquanto o resultado oficial não é divulgado, alguém aí arriscaria alguma opinião?

Enquanto vocês opinam, eu vou exercitando o traço e a pintura na tablet.

Abraços

A INFORMAÇÃO FAZ A DIFERENÇA

...
Enquanto digitava a postagem anterior, me veio à cabeça, um fato atual que acredito valer à pena compartilhá-lo.
Se observarmos com relativa cautela, iremos perceber que muitos cartunistas que estão surgindo, desenvolvem trabalhos onde a proximidade na execução é previsível, devido ao desconhecimento ou ao conhecimento limitado, que os próprios tomam para si.

A impressão é que lhes foram colocados antolhos e que só seja possível olhar à frente.

Uma parcela muito grande de companheiros, segue a linha de cartunistas como: Krugger, J. Leal, Philipbert, Seiller e outros, que são indiscutivelmente geniais... mas todos, com linguagens de apresentação muito próximas.

Se os cartunistas que observam apenas à frente, olharem um pouco para os lados ou para trás, irão descobrir que existem linguagens e artistas que são de fundamental importância para que algo de diferente seja agregado às suas propostas.
Artistas como: Nássara, Mendez, Lan, J. Carlos, Raul Pederneiras, Scarfe, Levine, Schiamarella, Morchoisne, Mulatier, Ricord, Loredano, Cárcamo, Ulisses, Cavalcante, Trimano, Érico, Ziraldo e muitos outros, são fontes inesgotáveis de estudos e recursos.

Além das peculiaridades sobre os artistas, suas linhas de desenvolvimento, a diversidade técnica apresentadas por eles e vários outros fatores certamente irão promover em você a releitura das linguagens e até o surgimento de novas propostas e linguagens.

Com as possibilidades que a internet oferece, pesquisar se torna algo extremamente proveitoso e prazeroso. Ainda mais quando se trata de um assunto que interessa.

Considere o seguinte:
Existem 10 folhas, sendo nove brancas... uma com uma dobrinha do lado direito, outra com uma dobrinha do lado esquerdo, outra com um furo no meio e outras com alguns detalhes semelhantes. Dentre elas, existe uma folha de outra cor...

Se colocá-las uma ao lado da outra, de imediato, todos os detalhes das nove folhas, passarão despercebidos em função do choque que a folha de outra cor apresenta. Assim é em relação ao desenvolvimento dos trabalhos.

Depois de algumas pesquisas, a probabilidade da folha que você usa se apresentar de maneira diferente, poderá ser o diferencial na hora que avaliarem.

"O conhecimento é o maior promotor da ousadia" (Mattias)

Abraços

ERTHAL



...

Hoje, em conversa com um amigo cartunista, fálavamos do Julio Cesar Dias Erthal, ou como ficou conhecido no meio gráfico, Erthal.
Um sujeito com um coração enorme e um talento compatível com o tamanho do seu coração.
Conheci os trabalhos do Erthal quando ele revezava com seu primo nas ilustrações da primeira página do extinto jornal Folha do Esporte em meados da década de 1980. Quando fui vitimado por uma bala perdida em 1989, fiquei sem poder caminhar por quase dois anos e aproveitei o tempo para pesquisar bastante. Numa das minhas pesquisas, ao abrir o Caderno 2, sofri um novo impacto, dessa vez, pela caricatura do Erthal que lhe rendera o primeiro lugar na categoria, no Salão Carioca de Humor. À partir de então, decidi que iria participar de salões de humor.
Em 1995, tive a honra de ser premiado ao lado do Erthal, também no Salão Carioca de Humor, quando ele venceu novamente na categoria caricatura, com a antológica caricatura do Marco Maciel como se fosse um dormedário.
Erthal passou um bom tempo fazendo charges para o jornal O Globo. Dono de uma diversidade técnica excepcional, foi um dos primeiros a demonstrar domínio com a técnica digital.
Para quem quem tiver interesse, busquem na internet, o livro Fatores de Risco, que é de sua autoria.
Infelizmente, pelas incógnitas propostas pela vida, Erthal foi um dos inúmeros artistas que sumiram quando uma crise editorial passou aqui pelo Rio de Janeio.
Hoje, grande parte dos cartunistas que participam dos salões, sequer sabem da existência do Erthal. Um profissional que foi referência para muitos outros, que como eu, observaram muito a maneira Erthal de elaborar um trabalho, antes de começar a riscá-lo.

Este seria um nome interessante para figurar nas inúmeras comissões julgadoras pelo Brasil. Participou de salões de humor em todas as categorias, trabalhou como chargista durante anos, fez vinhetas para a Rede Globo, entre tantas outras coisas. Resgatá-lo, seria o mínimo em reconhecimento pelo que ele já fez pelo humor gráfico nacional.
Além dele, existem outros tantos, que irei falar também.

Tenho o livro dele, que está emprestado com o Guima. Assim que pegá-lo, digitalizarei algumas imagens para que muitos que desconheciam o trabalho do Erthal, tenham a oportunidade de conhecer este camarada, que hoje, infelizmente, faz uma falta enorme para qualquer salão de humor e qualquer veiculo de comunicação. Ah, parece que estou falando de alguém que já morreu, não é mesmo? Mas não! Ele não foi valorizado como devia pelo mercado editorial e como muitos outros companheiros, foi trabalhar com algo onde ele se sentisse valorizado. Pior para nós!

Valeu Erthal!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

AFINIDADE... PRESENÇA CONFIRMADA EM QUALQUER COMISSÃO JULGADORA

...
Hoje quero falar sobre esta peculiaridade que está presente em todas as comissões julgadoras, independente de qual seja a modalidade .
Vários companheiros, ainda açoitam-se psicologicamente devido ao fato de não terem sido selecionados para o concurso no Salão Internacional de Humor de Piracicaba, como se tivessem cometido um pecado mortal.
Ponderemos...
Por mais que apliquemo-nos nas execuções de nossos trabalhos, buscando a excelência no resultado final e façamos tudo conforme nossas convicções, iremos depender sempre das análises e principalmente, da afinidade com àqueles que nos julgarão.
Quando uso o termo afinidade, não quer dizer necessariamente "proximidade afetuosa". Muita gente acha que "cavar" a aproximação, pode determinar uma premiação.
E em alguns salões, isto acontece! As articulações mal intencionadas e as "babações ocasionais" acontecem mesmo.
Mas existe outro tipo de afinidade, que pode definir ou determinar os resultados finais em um concurso... a afinidade pela proximidade da linguagem com o julgador.

Dia desses, postei um comentário lá no blog do Salão Internacional de Piracicaba, sobre um fato peculiar que aconteceu no ano em que o primeiro lugar em caricatura foi atribuido à uma caricatura do Mike Tyson, no estilo tira-linhas e outra premiação, atribuida à caricatura da Frida Khalo, também no estilo tira-linhas.
Nas conversas que tenho com várias pessoas que atuam neste universo, soube que, nàquele ano, um conceituado cartunista, que morou fora do país e é considerado um dos referenciais no estilo tira-linhas no Brasil, fez valer a sua posição de "guru" e feito pressão para que os trabalhos premiados fosse àqueles que se aproximavam da sua linguagem.
O problema é que, infelizmente, quando há tendenciosidade, consciente ou inconscientemente, há também a impressão de uma lacuna que deixou de ser preenchida.
Nàquele mesmo ano, duas caricaturas que, ao meu ver, são caricaturas ícones - como: Mãe Menininha do Gantois (Cárcamo), Dali (Marcelo Pinto), Chico Buarque (Dalcio), Dunga (Cauhh), Niemeyer (Ray), Maguila (Rossi), Emilio Santiago (Baptistão), J. L. Borges (Fernandes), Tim Maia (Quinho) e algumas outras - foram parar na última página da categoria no catálogo referente ao concurso dàquele ano. Eram as caricaturas do Jô Soares, elaborada pelo Paffaro e a caricatura do Picasso, elaborada pelo Rossi. Ambas elaboradas com riqueza de detalhes, domínio técnico fenomenal e o estilo acadêmico como característica de ambos.
Hoje, mais de seis anos depois, a grande parte dos amigos que trocam idéias comigo sobre salões, compartilham da opinião que "as duas caricaturas mereciam, no mínimo, menções honrosas".
Mas por questão de "afinidades" com as propostas executadas, ambas foram apenas selecionadas e o que ficou valendo foi a decisão final.

É como àquele jogo da Inglaterra na última edição da World Cup 2010... Milhares de pessoas podem ter visto de uma forma, mas de nada adiantou se quem podia decidir - no caso, o trio de arbitragem - não viu ou desconsiderou áquilo que todos viram.

Sendo assim, não há culpa pela desclassificação de um trabalho em um concurso.
Pela subjetividade proposta nos julgamentos, a desclassificação de um trabalho ou a não premiação do mesmo, não determina absolutamente nada. Querem tirar a prova? Basta pegarem os mesmos trabalhos que foram preteridos em um salão e enviá-los para outro e surprendam-se. Se aqui seus trabalhos sequer foram classificados, os mesmos trabalhos poderão ser premiados acolá.
Imaginem o seguinte:
Você elabora um trabalho com embasamento na Teoria das Cores, decide fazer uma obra em isocromia ou policromia. Mas quem vai te julgar, só tem afinidades com aguada de nanquim. Seu trabalho, por mais que esteja bem elaborado, poderá ser desconsiderado ou perder o valor, diante de um concorrente que tenha seguido a "linha de execução" dàquele que os julgará.
Você pode fazer um trabalho tira-linhas fenomenal, mas quem irá te julgar é oriundo da escola clássica. Suas chances também diminuirão consideravelmente.
Isso acontece também em relação à forma como você resolve uma cartum, uma caricatura ou uma charge.
O outro fator que com certeza irá determinar o seu êxito chama-se assinatura. Risos
...

Aí vem a parte mais engraçada de alguns cartunistas...
Ele imagina que a tal "afinidade" possa ser conquistada em um piscar de olhos e quase sempre em vésperas de salões, quando descobrem quem serão os jurados.
Fico imaginando a "tietagem ocasional" ou a "aproximação por conveniência" com o Turcios, por exemplo:
O cartunista nunca mandou um mail sequer para ele. Mas pelo fato de estar concorrendo e saber que será julgado por ele, começa o processo:

Salve Mestre "Tu" (O "Mestre" é para denotar a responsabilidade - e tem cartunista que tem mais mestre do que canteiro de obras gigantescas. O "Tu" é para dar a sensação de uma proximidade maior)!
"Soube" que "Vossa Alteza" ( Vossa Alteza é para reforçar a puxada no saco e se colocar em condição de servo) vem ao Brasil. "Oh"! Espero vê-lo em Piracicaba.
Abraço fortíssimo

Cartunista Fulano de Tal
Seu Vassalo

Passado o salão, caso o Turcios não o premie, sabe quando ele voltará a escrever um mail para o mesmo? Nunca! Risos
E assim esta espécie de cartunista vai buscando novas aproximações por conveniência.
...

O que procuro promover com esta postagem?
Façam seus trabalhos e os enviem para onde acreditarem valer à pena. Feito isso, esqueçam-se do desenvolvimento. Caso você seja premiado, te comunicarão. Caso não seja, prepare-se para os próximos. Para quem gosta deste universo, Salões de Humor é o que não faltam e as oportunidades continuam.
Não precisa se açoitar caso não seja selecionado, nem buscar aproximação de ninguém por acreditar ser "vantajoso".
O que tiver de ser... será! E se não for agora, será depois. Pode crer!

Abraços

1º GOIÂNIA HUMOR

...
Mais uma proposta de Salão de Humor surge no cenário nacional. A região centro-oeste que já evidenciou vários cartunistas, em salões como: Salão de Humor de Goiás, Salão Bar Estação 109, Salão UNACON e alguns outros, que eram muito bons, mas sumiram de repente. Volta a respirar, através de uma nova proposta.

Recebi o regulamento para o 1º Goiânia Humor e pretendo participar.
Por se tratar de uma nova proposta, penso que valha à pena dar crédito...
Aí está o regulamento para todos àqueles que tiverem interesse em participar:

I Goiânia Humor

Regulamento / 2010

Capítulo I - Do Salão
Artigo 1º - O I Goiânia Humor, promovido pela Prefeitura Municipal
através da Secretaria Municipal da Cultura, tem como objetivo
estimular e divulgar o Humor Gráfico.
Artigo 2º - Serão aceitas inscrições de 5 de agosto a 3 de setembro,
de artistas gráficos brasileiros nas categorias: charge, cartum e
caricatura, a realizar-se de 5 a 12 setembro de 2010 no Centro
Municipal de Cultura Goiânia Ouro.

Capítulo II - Da Inscrição
Artigo 3º - As inscrições para seleção, estarão abertas de 5 de agosto
a 3 de setembro de 2010, das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas, de
segunda a sexta-feira, na Secretaria Municipal da Cultura de Goiânia,
Rua 84, nº 535, Setor Sul - Goiânia (GO) (62) 3524-1755 begin_of_the_skype_highlighting (62) 3524-1755 end_of_the_skype_highlighting begin_of_the_skype_highlighting (62) 3524-1755 end_of_the_skype_highlighting.
Reviradacultural@gmail.com
Artigo 4º - Serão aceitos somente trabalhos inéditos.
Parágrafo 1º - Um mesmo artista poderá inscrever até, no máximo, 3
(três) trabalhos em cada categoria. Os trabalhos deverão ser enviados
em único envelope, com ficha de inscrição preenchida.
Parágrafo 2º - A assinatura da inscrição abrange plena aceitação do
presente regulamento, sem reservas.
Artigo 5º - No ato da inscrição deverão ser apresentados:
a) Cópia do trabalho, impresso em formato A4 (21 x 29,7 cm), sem
molduras, com a seguintes identificações, localizadas no verso, na
horizontal inferior: autor, título, ano de produção e categoria;
b) Ficha de inscrição preenchida em letra de forma, contendo todos os
dados sobre as obras e sobre o artista.
Parágrafo único - Não serão inscritas nem recebidas inscrições fora do
prazo estipulado, bem como não serão aceitos recursos e pedidos de
reconsideração a esse título. Só serão aceitas as inscrições recebidas
até dia 3 de setembro de 2010, impreterivelmente.

Capítulo III - Dos Trabalhos
Artigo 6º - O impresso enviado para seleção não será devolvido.
Artigo 7º - Não serão aceitos no ato da inscrição:
a) Obras de acervo;
b) Fichas de inscrição sem assinatura do artista;
c) Obras de artistas falecidos.
Artigo 8º - Será excluída do salão qualquer obra que estiver em
desacordo com as disposições do artigo 9º, alíneas a, b e c, mesmo que
já constem no folder.

Capítulo IV - Das Obrigações dos Participantes
Artigo 9º - Entregar as obras dentro dos prazos estipulados pela
Comissão Organizadora.
Artigo 10º - Ler o regulamento do salão e assinar a ficha de
inscrição, declarando-se ciente dos termos do regulamento. Não serão
aceitas inscrições sem assinatura do artista.
Artigo 11º - Cumprir os prazos determinados.

Capítulo V - Da Seleção
Artigo 12º - A seleção dos trabalhos será feita no dia 4 de setembro
de 2010. Os artistas selecionados deverão enviar as imagens dos
trabalhos selecionados para o e-mail reviradacultural@gmail.com, com
resolução de 300 (trezentos) DPIs de resolução, no formato jpeg, com
aproximadamente 20x30 cm.

Capítulo VI - Do Júri
Artigo 13º - O júri será composto de 4 (quatro) cartunistas de renome nacional.
Artigo 14º - O júri, após exame das obras, lavrará uma ata na qual
constará os nomes dos artistas selecionados, premiados e qualquer
informação necessária.
Artigo 15º - O júri é soberano, sendo suas decisões irrecorríveis e
incontestáveis.

Capítulo VII - Dos Prêmios
Artigo 16º - Os prêmios serão distribuídos da seguinte forma:
a) 1º lugar de cada categoria - R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais)
b) 2º lugar de cada categoria - R$ 1.000,00 (hum mil reais)
c) 3º lugar de cada categoria - R$ 500,00 (quinhentos reais)
d) Poderão ser conferidas Menções Honrosas;
e) Os prêmios aquisitivos passarão a integrar o Acervo Público
Municipal. Poderá o Poder Público fazer uso das imagens ou reprodução
das mesmas, se julgar necessário, para fins institucionais ou não.
Parágrafo 1º - Haverá retenção de Imposto de Renda na Fonte, sobre o
valor pago nas premiações, de acordo com determinação legal vigente.
Artigo 17º - A entrega dos prêmios será no dia 12 de setembro de 2010,
quando se dará o encerramento do salão.
Artigo 18º - O júri poderá deixar de conferir um ou mais prêmios, se
assim achar conveniente.
Artigo 19º - A premiação será feita, pelo júri, em votação secreta e
informada aos artistas inscritos através de ofício enviado pela
Comissão Organizadora.

Capítulo VIII - Da Exposição
Artigo 20º - Para a exposição, a Comissão Organizadora providenciará a
impressão das obras selecionadas, em formato A3, que configurarão na
mostra e não serão devolvidas. As obras serão publicas em um catálogo
e na impressa local.

Capítulo IX - Disposições Gerais
Artigo 21º - Os casos omissos serão julgados pela Comissão
Organizadora mediante pedido, por escrito, formulado pelo interessado.

CRONOGRAMA
Inscrições: De 5 de agosto a 3 de setembro de 2010
Seleção: 4 de setembro
Abertura do Salão: 5 de setembro de 2010
Permanência: de 5 a 12 de setembro de 2010

INFORMAÇÕES
Rua 84, nº 535 - Setor Sul - CEP 74080.400 - Goiânia (GO)
Das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas, de terça a sexta-feira
reviracultural@gmail.com

REALIZAÇÃO
Prefeitura Municipal de Goiânia
Secretaria Municipal da Cultura

I Goiânia Humor

Regulamento / 2010

FICHA DE INSCRIÇÃO Nº______________________

Nome___________________________________________________

Nome artístico_________________________________________

Data nasc:____________RG_______________CPF_____________

Cidade_____________________UF_____CEP__________________

DDD_____Telefone____________Celular_________FAX________

E-mail__________________________________

Assinalar a categoria inscrita e a quantidade de obras:

Charge ( )____obras Cartum ( )_____obras

Caricatura ( ) ____obras

Declaro estar de acordo com o regulamento do

I Goiânia Humor

Data___________________________________

Assinatura_____________________________


domingo, 22 de agosto de 2010

PRÊMIO... TODOS OS DIAS HÁ UM PARA SER CONQUISTADO

...

São muito engraçados estes períodos que antecedem as premiações.
Alguns amigos que sempre estão em contato, volta-e-meia me perguntam sobre os nomes dos possíveis contemplados.
Outros, que "só dão as caras nas vésperas dos resultados" também assediam. Chegam como quem não querem nada e começam: _ Oi! E aí? Dá vontade de responder: _ Aqui? Está torto para o lado esquerdo. Mas pondero e pergunto: _ E aí o quê? E eles então, sem rodeios, perguntam: _ Já sabe quem ganhou? Estes são os piores... Passam boa parte do ano sem dar sequer uma saudação, mas basta que aconteça um concurso e eles aparecem com suas potentes ventosas, para exercerem suas funções de sanguessugas.

Para facilitar o contato - ou decretar o final de alguns deles - quero deixar claro que não faço a menor idéia sobre os resultados e ao que me consta, os organizadores de qualquer salão - quando o concorrente é premiado ou mencionado - entram em contato por telefone, e-mail ou Sedex.

Hoje, passei boa parte do meu tempo, brincando com o meu prêmio diário e de valor inestimável.

CARICATURA OU NÃO?

...

Acabei de receber um comentário do Mário Alberto, referente à postagem "É caricatura ou não é?" que me promoveu o desejo de compartilhar através desta postagem, para que outros companheiros pudessem promover reflexões.
Dois aspectos me fizeram toma tal decisão:
O primeiro, por se tratar da opinião de um profissional que domina o assunto ao qual emite sua opinião.
O segundo, pelo fato de o Mário Alberto ser um dos poucos (ao lado do Ique, William, Ray, Nei Lima e mais alguns) que conseguem manter, nos seus desenvolvimentos digitais, as mesmas características aplicadas nos trabalhos convencionais. Mantendo assim a identidade do artista, independente da técnica usada pelo mesmo.
...

Antes que atirem a primeira pedra, deixem que eu solte o paralepípedo sobra a minha própria cabeça, sem pudor.
Eu não tenho identidade nenhuma. Nem nos trabalhos convencionais, muito menos nos digitais. Isso não me incomoda... todas as premiações que obtive até a presente data me foram atribuidas com trabalhos completamente distintos uns dos outros, onde só é possível saber que sou o autor devido a minha assinatura.
Mas admiro muito os companheiros que conseguem esta proeza.

Só para constar:
Em meados da década de 1990, eu achava genial a forma como o cartunista Aroeira elaborava a caricatura do então presidente da república, Fernando Henrique Cardoso. Ele tinha uma peculiaridade, que era seu desenvolvimento elaborado com uma aguada de nanquim, simples, mas genial.
Quando migrou para a ilustração digital, o F.H.C. do Aroeira perdeu o encanto e àquela maneira engraçada que ele conseguia fazer da maneira tradicional.
...

Vamos à opinião do Mário Alberto:

Que é caricatura é. Pra mim não tem dúvida. A questão autoral se resolve pelo simples fato de que se eu ou qualquer outro colega de caricatura pegássemos essa mesma foto e seguíssemos a mesma proposta de distorcer, os resultados sairiam totalmente diferentes. O que eu acho que se perde nesse tipo de trabalho é, evidentemente, a interpretação cromática da referência. O tratamento aos volumes também vai pro espaço. Isso é meio o que me incomoda na maioria das caricaturas digitais que podem ser vistas nos blogs por aí. O cara vai lá, "pega" a palheta de cores toda da foto e pinta, deforma... Diga-se de passagem, aí não vai uma crítica mas sim uma constatação aliada a uma inquietação. Diga-se também, eu próprio gosto muito de uma caricatura digital com "cara de foto" e tenho alguns trabalhos desenvolvidos dessa forma (em breve no meu blog - momento jabá). Resumindo, cravo que é caricatura sem pestanejar, mas sinto falta do "calor" da pintura "ao vivo".
Abraço

...

Ninguém é obrigado a concordar com a opinião dele... mas avaliar como a análisse de um profissional qualificado é o mínimo que podemos fazer.

Valeu Sêo Mario!

Abraços a todos

CREPÚSCULO

...
Se aos olhos de muitos, a participação de brasileiros na saga Crepúsculo passou despercebida, para mim foi fundamental para o sucesso do filme.
Consegui salvar a imagem do exato momento em que o cantor Sêo Jorge encontrou-se com a bela Bela (que redundância!) e disse-lhe a célebre frase: _ Burguesinha, burguesinha, burguesinha... burgesinha!

Se alguém achar que não é o Sêo Jorge, mas sim o alagoano Djavan, cantando: _ Te devoraria tal Caetano a Leonardo di Cáprio... ou ainda, o Luiz Melodia cantando:_ Eu sou o negro gato...
Tudo bem! O que importa é que os três são brasileiros e não desistem nunca.

Chupa esse pescoço Brasil!

TRANSFORMA... A AÇÃO.


...
Em 31 de dezembro de 2009, publiquei o seguinte texto:

Agradecimento

Quero agradecer a Deus ( ou qualquer outro que determine força ) pelas conquistas acontecidas no decorrer do ano de 2009.
Apesar ficar mais explícito aqui no blog o lado profissional, existem outros campos de fundamental importância para o meu desenvolvimento e hoje, no último dia do ano, posso dizer que esse ano que se finda foi um ano de vitórias em todos os aspectos.

Aos companheiros de profissão que imaginam tirar proveito de conquistas obtidas através de outros, sugiro uma reflexão sobre o seguinte: Ter ou estar são aspectos transitórios, que não determinam nada, principalmente quando o indivíduo, no seu íntimo sabe que suas conquistas não foram honestas.
Tenho orgulho em chegar no dia de hoje, analisar os fatos os quais me envolvi no decorrer desse ano e ter a convicção de que fui honesto com todos e principalmente comigo mesmo.
É claro que não consegui fazer tudo o que eu planejei, mas fiz absolutamente tudo buscando a verdade e a integridade aos meus companheiros de profissão e aos seus trabalhos.
Sou feliz em poder olhar para a minha filha e não ter do que me envergonhar.
Quero agradecer a cada pessoa que por aqui passou e me motivou para que eu trabalhasse e buscasse forças para fazer a manutenção deste espaço, já que não disponho de internet em casa e utilizo um computador emprestado para desenvolver os trabalhos digitais, escrever os textos que aqui publico e posteriormente após salvar em um pendrive emprestado pelo Ray Costa e fazer as postagens de uma Lan House, de maneira gratuita. O dono do estabelecimento disponibilizou o uso da rede de maneira gratuita depois de ver toda a concepção e promoção do Festmenc de dentro da sua Lan House.
Agradeço ao meu querido companheiro Ray Costa, pelo suporte em todos os aspectos e pela parceria, que nos possibilita promover sonhos aos nossos alunos, através do Projeto Sorrialengo.

Para o próximo ano, determinei participar tão somente daquelas propostas as quais eu realmente acreditar. Assim, investirei mais meu tempo na produção de trabalhos para as postagens aqui no blog e as aulas junto ao projeto.

Para cada um dos visitantes deste blog, mesmo não sabendo de suas identidades, nacionalidades e naturalidades, muita paz, saúde, sabedoria e sinceridade nos seus propósitos durante o ano de 2010.

Muito obrigado a todos
Mattias
...

Hoje, 22 de agosto de 2010...

... oito meses depois da postagem acima, quero compartilhar com vocês, vitórias.
À despeito de todos os desenvolvimentos que vem acontecendo com inúmeros salões e neste universo que assumimos como profissão, temos sido premiados constantemente por Deus.
Hoje, tanto o Ray quanto eu, temos nossas estações de trabalho completas em nossas casas ligadas à internet, de onde podemos compartilhar com todos as novidades que postamos nos nossos blogs quase diariamente. Nossos HDs queimaram no mês passado e tão logo foram repostos, de forma que pudemos dar continuidade às nossas propostas.

Mas Deus é fiel e tem nos surpreendido constantemente.
Como se não bastasse, conquistamos um espaço bacana, onde estamos começando as intervenções à partir do zero. Quebrando, raspando, nivelando com massa, lixando, pintando, compondo o ambiente e transformando o sonho de poucos em realidade de muitos.
Já poderíamos ter começado as propostas, mas entendemos que, com tantos benefícios recebidos, não poderíamos fazer de qualquer maneira.
Independentemente da condição financeira, sexo, idade, religião, complexidade física ou qualquer outro fator, queremos que todos sejam atendidos por nós, da mesma forma.
E assim será!

Quero parafrasear Raul Seixas - novamente -, através de sua música Prelúdio, por entender que esta frase seja pertinente com as nossas propostas: "Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade."

Hoje, vivo uma realidade completamente distinta, dàquela que descrevi em 31 de dezembro do ano passado, por compartilhar sonhos e por querer compartilhar dos sonhos de outras pessoas.

Sempre gosto de deixar claro que não professo qualquer religião.
Muito pelo contrário, entendo que elas dão ao homem a sensação da proximidade com Deus e acabam, na verdade, promovendo o afastando e a guerra entre eles.
Mas acredito nas manifestações e na aproximação de Deus, sempre que promovemos o bem para o próximo.
...

Ray, obrigado!
Obrigado a todos que compartilham opiniões e parcerias conosco, motivando-nos para que conquistemos todos os dias, novas vitórias.

sábado, 21 de agosto de 2010

ESTUDIO SORRIALENGO

...(All Happy Day)

Hoje, fui dormir às 03:00s e por volta das 04:40hs já estava mais ligado que as luzes do Maracanã em dia de jogo.
Devido ao fato de que a loja só poderia entregar uma das mesas hoje, tive que, mesmo cansadaço, montar guarda para recepcionar os entregadores.
Quando primeira mesa chegou, o Ray e eu começamos a distribuir as prateleiras, alguns troféus, uns quadros e assim conseguimos dar uma identidade para 1/4 do estudio.
Na proxima semana, chegarão mais mesas, prancheta, cortina, painel e tão logo começaremos efetivamente as atividades.

Que felicidade!!!

Abraços

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

VIDA DE CASADO

...
Ontem e hoje tirei o dia para, juntamente com o meu companheiro de lutas, Ray Costa, fazermos algumas compras de materiais para o estudio. Saímos no início da tarde e voltamos por volta das 21:00hs.

A situação é no mínimo pitoresca. Dois marmanjos, passando por todas as seções de vários hipermercados, pesquisando preços, com carrinho de compras e tudo.

Fico imaginando àquelas câmeras observando os dois, rindo de tudo, fazendo piada até de fratura exposta... um segurando o carrinho, o outro empurrando... pegando alguns produtos e perguntando: _ O que você acha deste? E deste outro? E dàquele?

E as pessoas elocubrando uma série de possibilidades, como por exemplo: um casal comprando o enxoval... e por aí vai. É divertidíssimo!

Provavelmente, na proxima semana começaremos as atividades nos estudio e uma nova etapa terá início.
Fizemos a parte de pintura, alvenaria e agora estamos desenvolvendo a parte visual. Aí na próxima semana começaremos a parte de divulgação e aí é dar continuidade às aulas e aos desenvolvimentos de vários projetos.
Graças à Deus e à torcida de muitos amigos, que sabem o quanto a conquista de um espaço próprio fazia parte de nossas metas.

Abraços

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

É CARICATURA OU NÃO É?

...
Esta semana, me vi diante de alguns questionamentos que eu vi de maneira bem saudável.
Desde a publicação da ilustração que fiz do lutador de M.M.A. Anderson Silva, alguns companheiros demonstravam ter gostado da proposta e muitos outros nem tanto, sob o argumento de que tal trabalho não se trata de uma caricatura.
Ontem por exemplo, ao final do dia, mais de 240 pessoas passaram por aqui e muitos devido à referida imagem. Penso que, valha a pena falar sobre este trabalho.

Sendo assim, como não há em mim qualquer pretensão de promover verdade absoluta, quero aproveitar para juntamente com vocês, promover mais questionamentos.

O primeiro e mais plausível, seria buscar o embasamento com base na definição. Que é o seguinte:

Caricatura, do italiano caricare = carregar, acentuar, sublinhar
A caricatura é um retrato cômico de uma pessoa, salientando seus tracos peculiares e marcantes. A arte da caricatura consiste em retratar uma pessoa ou um objeto de forma bem-humorada, não necessariamente pejorativa. Trata-se de uma representação de pessoas de forma (muito ou pouco, dependendo do artista) exagerada, na tentativa de se obter efeitos cômicos.
A caricatura é a interpretação artística particular de cada caricaturista, seu modo peculiar de enxergar uma pessoa ou objeto.

Muito bem... Segundo a definição acima, o trabalho questionado, também se trata de uma caricatura.
...

Ontem, respondi a um comentário aqui no blog, falei sobre um trabalho do cartunista Chico Marinho, que, "no final da década de 1980", foi premiado no Salão Carioca de Humor, com uma caricatura do então governador Newton Cardoso, que ele fez com reproduções em "xerox". Ele fez reduções e ampliações da mesma foto, depois foi montando, de forma que o rosto do caricaturado ficasse na forma de uma pêra. Ao final, deu uma aguada e pronto!
...

Hoje, com as imagens em alta resolução, onde os pixels podem ser manipulados facilmente através de programas como o Photoshop, penso que, as alternativas que na década de 1980 eram viáves e lícitas, continuem sendo. A diferença está em que as propostas podem ser desenvolvidas dentro de um mesmo programa.
...

Uma outra questão, que cheguei a conversar com amigos que trabalham com pintura digital, foi a seguinte:
Apliquei todos os conceitos de elaboração caricatural e publiquei a imagem do Anderson Silva...
Se eu trabalhasse com a tablet "em cima" desta mesma imagem, fidelizando as cores, de maneira que a proposta continuasse sendo esta referência, se tornaria caricatura pelo simples fato de eu manipular mais? Sorriso
Caricatura é o conceito ou aplicabilidade técnica de materiais?
...

Se eu pegasse uma imagem de um rosto, fizesse o processo distorcivo no computador - como os grandes pintores faziam na idade média, utilizando-se de lentes e espelhos (para promover a distorção e perspectiva) à partir do côncavo e convexo - e depois fizesse a impressão, decalcasse a proposta e trabalhasse com com tinta acrílica, tinta à óleo ou qualquer outra técnica que eu domine... Seria caricatura?

E se eu mandasse fazer a impressão exata deste resultado final do Anderson SIlva e em seguida trabalhasse em cima dele com um pincel nº 00 e tinta acrílica. buscando ser o mais próximo da imagem real. Seria caricatura?
...

Na verdade, hoje, não há qualquer definição convergente sobre o que é caricatura, cartum ou charge. Por isso, faço tão somente como aprimoramento técnico.

Mas se o problema for a nomenclatura, podem chamar de "manipulação fotográfica com aplicação de conceitos caricaturais" da Era de Aquário. Risos

Abraços

terça-feira, 17 de agosto de 2010

SURPRESO

...
São 20:30hs e o número de visitantes já passou dos 209, só hoje.
Mais uma vez, obrigado a todos que me prestigiaram.
A surpresa é maior pelo fato do contador que eu utilizo no blog não é daqueles que o numerador aumenta a cada clique na tecla F5. Muito obrigado mesmo!

VALEU PARCEIRO!

...
"Quando há parceria não existe dominação. As partes envolvidas em uma mesma situação comungam suas habilidades e talentos para criar uma meta compartilhada. Caminhar juntos em direção a essa meta, conscientes do processo que isso implica, é a verdadeira parceria, na qual os opostos descobrem que são absolutamente complementares."

Obrigado a cada parceiro que me honrou com sua visita.
Abraços

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

MÁRIO ALBERTO... PIZZA, CARICATURAS E BOM APETITE!

...Primeiro a toalha versão 2006 e logo acima a toalha versão 2010

Não sei se com vocês acontece da mesma forma... mas todas as vezes que vou ao restaurante, lanchonete ou lugares semelhantes, a toalha da mesa vira um mosaico de tantos traços e idéias. Garçons, frequentadores, fatos peculiares vão sendo rabiscados, até que se transforme em um emaranhado de traços.
Encontrei uma alternativa para que isso não aconteça mais. Quem tem dúvidas, pode conferir! Basta ir à Parmê que vocês irão entender o "por quê".
O cartunista carioca Mário Alberto, o mesmo que encanta um monte de ilustradores e aficcionados por trabalhos de qualidade, com suas charges e ilustrações elaboradas com ecoline e talento de sobra, ilustrou, pela segunda vez ( a primeira foi nas eleições de 2006) a toalha que fica sobre a mesa da pizzaria. Os políticos que disputam a presidência da república e o governo do estado do Rio de Janeiro, foram caricaturados por ele, como mostram as ilustrações desta postagem.

O próprio cartunista sugere: _ É só pedir para o garçom que ele arruma uma toalha esticadinha, sem mancha de gordura e marca de copo.
Eu só não sei é o que faria algum brasileiro normal querer levar pra casa um poster de 70 x 70 cm com caricaturas de todos os nossos digníssimos candidatos...
...

Na verdade, não é bem pelos candidatos que o poster vai para a casa de muitos de nós... mas pelo trabalho do Mário Alberto, que vale à pena estudar, com muita calma.
Vale a pena ser anormal nessas horas. Risos

Salve "Sêo Mário"!