CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS

CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS
Procedimento: Após a contratação do serviço, o cliente deve efetuar o depósito referente a 50% (agendamento) do valor acordado pelas partes, na seguinte conta: JOAO CARLOS MATIAS DO NASCIMENTO Banco: CAIXA Agência: 3825 Local: ARMAÇÃO DOS BÚZIOS/RJ Conta: 013 00006663-5 " E ENVIAR O COMPROVANTE PARA O E-MAIL: cartunistacarioca@hotmail.com O valor restante (50%) deverá ser pago em "CASH" na apresentação/entrega do serviço. Caso seja evento de CARICATURAS AO VIVO, os 50% referente à entrega do serviço deverá ser pago "NA CHEGADA CHEGADA AO EVENTO", uma vez que, por conta de experiências anteriores, alguns clientes pagavam em cheque ou pelo fato de eu ter que esperar o final do evento para receber e os contratantes excediam o tempo limite de 04hs. PARA EVENTOS EM OUTROS MUNICÍPIOS/ESTADOS: Caberá ao contratante o pagamento referente ao deslocamento, alimentação e estadia (valores inclusos nos 50% do agendamento).

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

DE SACO CHEIO


Hoje fui abordado pelo cartunista Leite no messenger perguntando se eu sabia da saída da Zetti junto à Coordenação do Salão Internacional de Piracicaba e a possibilidade do cargo ser ocupado pelo cartunista Eduardo Grosso.

Como eu não tinha lido à respeito fui ler para me interar e vou explicitar aqui - já que o blog é meu - o que penso a respeito.

Conheço a Zetti e o trabalho desenvolvido por ela junto ao Salão Internacional de Piracicaba. Dou todos os créditos ao trabalho desenvolvido por ela, assim como acredito na possibilidade do desenvolvimento que o cartunista Eduardo Grosso poderá dar ao trabalho. Sobretudo por se tratar de um cartunista sério e sabedor das necessidades da classe.

Soube através dessas "conversas" de bastidores, que a saída da Zetti sairia por conta de manobras políticas e com base nesse argumento, quero fazer a seguinte pergunta retórica: _ "EM QUAL SALÃO DE HUMOR NO BRASIL NÃO HÁ JOGADAS POLÍTICAS?"
Por qual motivo ninguém fez um manifesto quando o Salão Carioca de Humor deixou de existir no ano passado, "também" por questões políticas?

Para finalizar, as mesmas pessoas que hoje reivindicam a permanência da Zetti e tentam de alguma forma descredibilizar o trabalho do Edu Grosso, caso o cartunista tenha êxito junto à direção do Salão Internacional de Piracicaba, com certeza absoluta, irão buscar aproximação e tentar tirar algum proveito de sua posição no futuro.

Tanto a Zetti quanto o Edu Grosso, caso estejam na coordenação do Salão Internacional de Piracicaba, terão muito trabalho para fazer e muito políticos, inclusive cartunistas políticos, que quando querem tirar algum proveito sabem muito bem como se aproximar de quem interessa.

Vamos desenhar, que de hipócritas o mundo está cheio...

8 comentários:

Ray Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ray Costa disse...

Engraçado como é as coisas!
Tempos desse um enorme salão morre e com seus milhares filhos, como posso de mostra isso, vejamos imagina quando perdemos um ente querido ou algo que gostamos muito, mas pretendo continuar neste sentido figurado: Mãe.
Concretiza-nos sentimos vazios, uma parte de nós se vai ou morre junto, o dia
Não é o mesmo detalhe que antes se tinha graça hoje não existe mais!
A parte do sonho morre com ela.
Concerteza os cartunistas mais experientes e aqueles mais interessados sabem de que salão me refere,
Somando nestas últimas semanas recebi um e-mail de um cartunista conterrâneo, gente boa e por sinal que muito o lhe respeito, fazendo
Um tipo de manifesto (movimento), na mesma semana recebera um comentário de um cartunista de minas Gerias, sobre a saída da
Funcionária Zetti, para aqueles que não conhecem, Zetti foi à parte ou umas das histórias viva do salão de humor de Piracicaba, com seus aproximados
25 anos de carreira pública, exemplo de uma profissional em todo seu sentido,
Mas logo sugeria um burburinho sobre uma espécie de movimento para sua permanência na tradicional casa de humor que revelou inúmeros personagens do humor nacional e internacional,
Na mesma foi premiado no ano de 2007 com um 1°Lugar na categoria caricatura e logo teria
A enorme surpresa de recebe o estimado prêmio Zélio de Ouro, quando falei que tinha realizado o trabalho em menos de 10minutos antes de recebe o grande prêmio da noite,
Já ouvia burburinhos nas escadas e atrás das cortinas, Logo que foi anunciado o grande prêmio a sinfonia que suava em meus ouvidos mudou, -ESSE CARIOCA É PICUDO! -ELE É PICUDO!
Engraçados como as pessoas mudam o mesmo exemplo que mudamos canal da TV ou de roupa, mas em fim essa parte somou para ilustra o sentimento do texto, os comentários
, os mesmo que ouvi atrás das cortinas e nas escadas aos fundos, ouço agora: _ Hein? Hein? Ta sabendo? A Zetti deixará seu cargo. -Puxa é mesmo? -sim. E o nome cotado é do cartunista Eduardo Grosso. Devem falar agora: - Ele é Grosso! -Ele Grosso! Só pode.
Minha opinião é está: Tudo isso é jogada política, como em qualquer área principalmente neste país não é movido pela ilusão falca da esperança ou lindos discursos elegante e bem pronunciados, opa, disse discurso? Assim é exatamente aí que quero chegar, esse país sim é movido pela engrenagem suja da política,
A mesma política que derrubou aquele salão famoso, o tal carioca, que Deus o tenha, mas a cidade continua linda , que seja com helicópteros caindo em chamas ou coma maravilhosa Globeleza ainda nas telas, ops
Agora é a tal da melancia, a Globeleza foi à geração passada, Mas sem querer perder o foco do assunto, A Zetti por carinhosamente chamadas pelos cartunistas deste país, a mesma que me ligou para informa da
Minha premiação e responsável pela parte da minha hospedagem em Piracicaba naquele mesmo ano. Se hoje ele nós da Adeus, e por um trabalho bem executado
Durante esses 25 anos de vida dedicada ao humor nacional, que Deus a abençoe com mais vida longa, fiquem tranqüilos, concerteza o seguro desemprego dela será razoavelmente gordo, paralelamente, eu vejo uma política contra a chegada do Eduardo Grosso, caso seja ele mesmo,
Afinal amigos cartunistas, ele não é um cartunista como vocês? Aí que ta ou classe mais falca e desunida, não todos lógico,
Nesse curto período que pude contribuir para cultura do meu país, já foi o tempo suficiente para
Formar minhas próprias definições e ter minha forma de pensar, pelo ponto de está a manifestação de fazer caricaturas ou ilustrações sobre a Zetti
Defendendo o interesse para sua permanência é até legal, mas eu acho uma idiotice, mas cada um sabe o que faz não é mesmo? Sobre o tal e-mail que recebi, eu respondi ao cartunista, assim: Porque vocês não se juntam
Todos os cartunistas e deixam de fazer trabalho para o salão de Piracicaba na edição de 2010?
Voltando as atividades com a volta da querida Zetti? Seria interessante NE?
Adoro essa vida louca dos políticos de humor.

Ray Costa disse...

Meu comentário ficou maior que sua postagem. he he he!
Abraço pepito!

Alexandre disse...

Acho que vc está ficando um tanto assim mal humorado. Cartum, caricatura, charge significam humor, seja bom ou mal, mas sempre o foco é o humor. Seu discurso é maior que sua obra. Um abraço cartunista.

Ray Costa disse...

Alexandre? Sobre quem tú se refere? E que você faz da vida filho? Caso realmente você se chame Alexandre?!

Mattias disse...

Ei "Alexandre", você esqueceu de dizer que cartum, charge, caricatura surgiram com o propósito completamente oposto à politicagem. Na verdade, todos estes tipos de manidestaões gráficas se deram em função do descontentamento da plebe em relação aos poderosos da Idade Média.
Hoje, quer você queira ou não, aqui no Brasil ou em qualquer lugar, fatalmente o desfecho das propostas acontecerão com enfoques baseados em interesses.
Mas você não precisa concordar.

De qualquer forma, me coloco à disposição para uma troca de idéias sobre "qualquer" salão de humor, principalmente no Brasil.

Abraço "Alexandre".

Mattias disse...

Ah... Só para constar, o principal interesse de um grupo agora é a manutenção da FECO no Brasil. Mais à frente observe onde estarão essas mesmas pessoas que hoje encabeçam esse "movimento".

JAL disse...

A saída da Zetti não se resume à um ato administrativo comum da Prefeitura. É a ponta do iceberg de intromissão política usando o nome de todos os cartunistas que participam do Salão de Humor de Piracicaba. Tanto que os apoios à carta das Associações- ACB, IMAG e SIB está sendo surpreendente. Outros eventos também mereciam esse toque mas Piracicaba repercute em tosos os outros salões e serve de aviso para os políticos de plantão. A Zetti poderia sair sem ser humilhada como foi depois de 30 anos de trabalho no Salão. Ninguém é contra o Eduardo Grosso mas se a Zetti não volta ele será o próximo a ser vítima das gestões que se sucedem no governo de Pira.