CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS

CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS
Procedimento: Após a contratação do serviço, o cliente deve efetuar o depósito referente a 50% (agendamento) do valor acordado pelas partes, na seguinte conta: JOAO CARLOS MATIAS DO NASCIMENTO Banco: CAIXA Agência: 3825 Local: ARMAÇÃO DOS BÚZIOS/RJ Conta: 013 00006663-5 " E ENVIAR O COMPROVANTE PARA O E-MAIL: cartunistacarioca@hotmail.com O valor restante (50%) deverá ser pago em "CASH" na apresentação/entrega do serviço. Caso seja evento de CARICATURAS AO VIVO, os 50% referente à entrega do serviço deverá ser pago "NA CHEGADA CHEGADA AO EVENTO", uma vez que, por conta de experiências anteriores, alguns clientes pagavam em cheque ou pelo fato de eu ter que esperar o final do evento para receber e os contratantes excediam o tempo limite de 04hs. PARA EVENTOS EM OUTROS MUNICÍPIOS/ESTADOS: Caberá ao contratante o pagamento referente ao deslocamento, alimentação e estadia (valores inclusos nos 50% do agendamento).

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

ERTHAL



...

Hoje, em conversa com um amigo cartunista, fálavamos do Julio Cesar Dias Erthal, ou como ficou conhecido no meio gráfico, Erthal.
Um sujeito com um coração enorme e um talento compatível com o tamanho do seu coração.
Conheci os trabalhos do Erthal quando ele revezava com seu primo nas ilustrações da primeira página do extinto jornal Folha do Esporte em meados da década de 1980. Quando fui vitimado por uma bala perdida em 1989, fiquei sem poder caminhar por quase dois anos e aproveitei o tempo para pesquisar bastante. Numa das minhas pesquisas, ao abrir o Caderno 2, sofri um novo impacto, dessa vez, pela caricatura do Erthal que lhe rendera o primeiro lugar na categoria, no Salão Carioca de Humor. À partir de então, decidi que iria participar de salões de humor.
Em 1995, tive a honra de ser premiado ao lado do Erthal, também no Salão Carioca de Humor, quando ele venceu novamente na categoria caricatura, com a antológica caricatura do Marco Maciel como se fosse um dormedário.
Erthal passou um bom tempo fazendo charges para o jornal O Globo. Dono de uma diversidade técnica excepcional, foi um dos primeiros a demonstrar domínio com a técnica digital.
Para quem quem tiver interesse, busquem na internet, o livro Fatores de Risco, que é de sua autoria.
Infelizmente, pelas incógnitas propostas pela vida, Erthal foi um dos inúmeros artistas que sumiram quando uma crise editorial passou aqui pelo Rio de Janeio.
Hoje, grande parte dos cartunistas que participam dos salões, sequer sabem da existência do Erthal. Um profissional que foi referência para muitos outros, que como eu, observaram muito a maneira Erthal de elaborar um trabalho, antes de começar a riscá-lo.

Este seria um nome interessante para figurar nas inúmeras comissões julgadoras pelo Brasil. Participou de salões de humor em todas as categorias, trabalhou como chargista durante anos, fez vinhetas para a Rede Globo, entre tantas outras coisas. Resgatá-lo, seria o mínimo em reconhecimento pelo que ele já fez pelo humor gráfico nacional.
Além dele, existem outros tantos, que irei falar também.

Tenho o livro dele, que está emprestado com o Guima. Assim que pegá-lo, digitalizarei algumas imagens para que muitos que desconheciam o trabalho do Erthal, tenham a oportunidade de conhecer este camarada, que hoje, infelizmente, faz uma falta enorme para qualquer salão de humor e qualquer veiculo de comunicação. Ah, parece que estou falando de alguém que já morreu, não é mesmo? Mas não! Ele não foi valorizado como devia pelo mercado editorial e como muitos outros companheiros, foi trabalhar com algo onde ele se sentisse valorizado. Pior para nós!

Valeu Erthal!

6 comentários:

Alan Souto Maior disse...

foi exatamente por causa dessa caricatura do grande otelo do Erthal que resolvi fazer caricaturas também. Esse trabalho é genial, verdadeira obra de arte.

abs,

Mattias disse...

Fala Pretão!

Se em 1991 ele fez esta obra de arte... imagine o que faria hoje.
Tem uma lista de cartunistas com trabalhos excepcionais que fizeram muito em prol do humor gráfico nacional e que, infelizmente, foram se reclusando, sumindo e hoje, sequer são lembrados.

Mas na medida do possível, vou tentar pelo menos apresentá-los aos nossos pares.

"tamujuntu" Preto!

Cival Einstein disse...

erthal é fera , figuraça acompanhei pouco tempo na decada de 90 algumas charges dele , infelizmente mestres como ele cai no travesseiro do esquecimento , mattias fico feliz voce resgastar essas figuras , afinal aprendemos com eles , o nosso país , o nosso povo infelizmente é ingrato a sua memoria , parabens pela sua iniciativa , torço para que este grande do cartoon apareça na internet para contato

abraços

Mattias disse...

Cival,

imagine quanta gente bacana poderia estar contribuindo para o fortalecimento do humor gráfico nacional, não é mesmo?
Sempre vemos os eventos importando artistas de outros países, com o intuito de credibilizar propostas ou fazer políticas de interesses. Mas temos uma infinidade de gente boa que caiu no esquecimento.
Imagine o privilégio que seria para todos nós, sermos avaliados, julgados e premiados por artistas como Erthal, Gil, Adolar, Alvim, Lula e tantos outros.
Ainda bem que alguns de nós, ainda temos fôlego para soprar a brasa debaixo dessa fuligem. Quem sabe um dia a fogueira acenda.

Abraço!

Cival Einstein disse...

ola grande mattias


obrigado pelas tuas palavras
me sinto feliz por elas e ao mesmo tempo triste memorias como essa não podem ser esquecidas , ouvi falar que sera criado um museu ai no rio de cartoon , se for que esses grandes sejam lembrados



é isso ai


abraços

Paulo Roberto disse...

Eu tive a honra de ver o trabalho de Erthal na Sala de cultura Laura Alvin. Embora meu trabalho não tenha sido selecionado. Hoje guardo o seu livro junto com outras raridades como O livro de Trimano e Elifas Andreato, a sete chaves. Uma pena que esse grande artista tenha caido no esquecimento.
http://artesdepolo.blogspot.com.br/p/caricaturas.html