CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS

CARICATURAS AO VIVO EM FESTAS OU EVENTOS PARTICULARES, PROMOCIONAIS OU CORPORATIVOS
Procedimento: Após a contratação do serviço, o cliente deve efetuar o depósito referente a 50% (agendamento) do valor acordado pelas partes, na seguinte conta: JOAO CARLOS MATIAS DO NASCIMENTO Banco: CAIXA Agência: 3825 Local: ARMAÇÃO DOS BÚZIOS/RJ Conta: 013 00006663-5 " E ENVIAR O COMPROVANTE PARA O E-MAIL: cartunistacarioca@hotmail.com O valor restante (50%) deverá ser pago em "CASH" na apresentação/entrega do serviço. Caso seja evento de CARICATURAS AO VIVO, os 50% referente à entrega do serviço deverá ser pago "NA CHEGADA CHEGADA AO EVENTO", uma vez que, por conta de experiências anteriores, alguns clientes pagavam em cheque ou pelo fato de eu ter que esperar o final do evento para receber e os contratantes excediam o tempo limite de 04hs. PARA EVENTOS EM OUTROS MUNICÍPIOS/ESTADOS: Caberá ao contratante o pagamento referente ao deslocamento, alimentação e estadia (valores inclusos nos 50% do agendamento).

sexta-feira, 14 de maio de 2010

PAPO RETO


Em função da postagem sobre o mail que eu recebi, onde a pessoa de certa forma questionou a legitimidade da imagem, recebi alguns comentários, scraps e conversei com algumas pessoas sobre o fato.
Alguns disseram, como o prórprio Moisés: _ É auto-promoção!
Minha auto-promoção são meus trabalhos e minhas contas pagas ao final do mês, com ou sem blog.

Passei 10 longos anos afastado do Salão Carioca porque um bando de covardes criaram um factóide onde eu propunha um boicote ao salão, porque certa vez cheguei à Casa de Cultura Laura Alvim e os trabalhos de vários companheiros de profissão estavam no "banheiro" - dentro de banheira, no chão, em cima do lavabo e eu trouxe o fato à tona. Só que os mesmos caras que sabiam, questionavam nos bastidores, viam a política café-com-leite imperar no Salão Carioca, criavam situações desagradáveis e na hora em que a onça deveria beber água, ficava eu ali, sustentando uma bandeira que nos bastidores era de todos e fora dele apenas minha.
Essa geração foi a que menos apareceu no cenário nacional ou mundial do cartum.
...
Em 2006 resolvi que minhas opiniões serias às claras pois já estava saturado de ficar com os créditos sem ser o único mentor intelectual.Surgiu então a coluna "Ratos de Salão" no BrazilCartoon e nela eu falava exatamente o que pensava sobre o que acontecia nos salões.
CANSEI de ir em salões e ver irregularidades e achar que depois passava. Mas o fim foi como os de muitos salões, que desaparecem.
Como o e-mail de ontem, recebo mensagens sempre.
...
SE ME MANDAM ESSE TIPO DE INFORMAÇÃO É PORQUE SABEM QUE DE CERTA FORMA EU IREI PROMOVER QUESTIONAMENTOS.
Faço porque o que sei sobre salões de humor hoje foi com base em questionamentos.
...
Que promoção isso me traz? Como disse esses dias: _ Não sou idiota para fingir que sou o querido companheiro de profissão de grande parte dos cartunistas. Estou mais queimado que baseado em boca-de-fumo.
Que diferença isso faz para mim? Nenhuma!
Como sempre foi, não busco unanimidade nem ascensão política. Minha vida é baseada em preceitos familiares e no humanismo. Faço e ensino desenho de humor por acreditar que o cartum e suas vertentes pode mudar o panorama da vida de muitas pessoas as quais ministramos aulas.
Trabalho desde 1998 capacitando crianças jovens e adultos sem receber por isso. E sinceramente, isso me completa como cartunista.
Minha participação nos concursos e salões de humor virou um saudável vício, além de possibilitar algumas melhoras para àqueles que assistimos. Por isso levo à sério!
...
Além da concorrência desleal que já acontece onde àqueles que já tem seus espaços conquistados monopolizam os demais espaços, temos que lidar com casualidades e fingir que as coisas não existem só para não manchar a reputação de um evento?Um cartunista espera um ano ou mais para participar do mesmo concurso e quando participa, nada muda?
À quem interessa essa maldita prática de manutenção dos nomes?
...
HÁ ALGUM TEMPO ACREDITO NA SINCERIDADE DE ALGUNS MEMBROS DE COMISSÕES JULGADORAS e NÃO EM TODOS! Isso é uma opinião pessoal.
Não sou obrigado a falar diferente para agradar ninguém, nem fazer média para conquistar premiações futuras. Quero que gostem dos meus trabalhos e não de mim.
...Converso com um monte de cartunistas e a coisa mais comum é o "fuxico" SOBRE A VIDA PESSOAL DO COMPANHEIRO eu falo de cartum e me interessa DESENHO DE HUMOR. Falo do que vejo e me compete como artista e concorrente.
Quem tiver dúvidas, estou à disposição para falar sobre salões desde 1993 - quando começei nesse universo - , premiados, trabalhos e assuntos sobre SALÕES DE HUMOR.
...
A publicação de qualquer coisa aqui no blog é para ÀQUELES QUE QUEREM SABER DA MINHA OPINIÃO. Ninguém é obrigado a entrar aqui se não quer saber o que eu penso ou faço. Atitude inteligente para quem pensa ao contrário é desconsiderar a existência deste blog.
...As premiações que obtive em diversos salões nacionais e internacionais - nas cinco categorias - já me servem como material para a minha análise como artista. Se eu decidir hoje não fazer absolutamente nenhum traço, àquilo que foi conquistado por mim não deixará de ser. Logo, não vejo necessidade de buscar promoção nesse sentido.
...
Hoje, o que mais se vê em salões são similaridades, mas e daí? É lícito não é?
Existe alguma cláusula que vá de encontro à elaboração de trabalhos similares?
E qual é o problema em mostrar isso?
Os erros começam na elaboração dos regulamentos, que como qualquer legislação deixam espaços para que situações como estas aconteçam.
...
NA MINHA opinião, um trabalho similar premiado tira o mérito de um trabalho original e inédito. Mas e daí? Minha opinião virou Constituição do Traço?
Alguém me elegeu para o legislativo e judiciário do cartum? Já criaram isso?Eu apenas emito a minha opinião às claras.
...
Basta observarmos a quantidade de salões que deixam de existir porque os interesses vão além do traço. Muitas vezes, observamos trabalhos medíocres sendo elevados ao status de vencedores porque o autor tem uma boa política com o jurado. Eu prefiro não ter boa política com ninguém e quando tiver que julgar, avaliar apenas o trabalho.
Cada um tem o livre arbítrio para fazer o que bem entende como ideologia e a minha é essa.
...
Basta observar os nomes que aparecem nas comissões julgadoras, os premiados, quantas vezes àquele mesmo jurado premiou determinado artista e pronto! As estatísticas servem para análises. Não usa quem não tem interesse. Eu tenho e faço para que eu possa formar a minha opinião.
...
Sei dos riscos que corro quando promovo questionamentos como nas postagens de ontem e hoje. Sei que posso deixar de ser selecionado em Juiz de Fora, no Piauí e em outros lugares. Não me interessa que tipo de retaliação pode haver.
Tenho minhas opiniões e para mim mais vale a liberdade de compartilhá-las do que ser agraciado por qualquer comissão por ser simpático. Participo de concurso de charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos e não de Concurso para escolha de Miss....
Quem quiser usar referência, desenhar por cima, fazer retoques, plagiar que o faça. Cabe à comissão julgadora avaliar.
...
Novamente quero sugerir àqueles que não tem interesse pelas minhas opiniões ou açõs, que desconsiderem a existência deste blog. Não uso messenger, facebook, twitter ou orkut para falar o que penso. Aqui é o espaço que escolhi para isso!

"Viva o desenho de humor brasileiro e seu largo sorriso banguela." Mattias


São 21:36p.m. e acabei de fazer um print da tela de acessos ao blog. Se o que eu falasse ou pensasse não tivesse pertinência, com certeza esta centena de pessoas que me prestigiaram com suas presenças não estariam aqui, ontem e hoje.
...
Me deixar fora de alguns salões eu até concordo, mas exigir meu silêncio? Quem pensa assim que VÁ À MERDA!

2 comentários:

Dodô disse...

Similaridade é algo sério, deve ser discutido sim. Eu não copio ninguém, mas se algum dia for constatada alguma similaridade em uma obra minha, mesmo não sendo proposital, serei o primeiro a desqualificar o trabalho. Se a originalidade não for preservada, pra que participar de salões de humor?

Mattias disse...

Salve Dodô!
Se o fato fosse com algum companheiro que estivesse começando agora, os lobos - que são muitos - já estariam escarniçando, como fizeram no Salão de Piracicaba com o Evaristo, com um cartum onde havia um pódium com um canibal no primeiro lugar e no lugar do segundo e terceiro lugares apenas ossos. Que, segundo o portal onde a materia foi veiculada, havia uma similaridade com um trabalho do cartunista Cauhh Gomez.
Quando o assunto envolve um artista desonhecido, a alcatéia já estaria em cima. Quando se trata de trabalhos de artistas que já participam há tempos de salões e sabem o que esse tipo de atitude pode promover em relação às novas gerações, mudam-se os discursos e a exposição se torna "coisa feia".
Um cartunista de MG ganhou sete premios com trabalhos similares em salões conceituados e todo mundo fingiu que nada acontecia.
Virou bagunça faz tempo!
Abraço